Espaço para compartilhar artigos (inclusive científicos) e notícias sobre orgânicos, agrotóxicos, transgênicos, agroecologia, agronegócio etc.

2015

Outubro

– Artigo do Embrapa
https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/6248227/artigo—agrotoxicos-sao-do-mal

http://sustenere.co/journals/index.php/nature/article/view/SPC2318-2881.2014.001.0002

– Nova tecnologia para edição de DNA
http://www.ted.com/talk /jennifer_doudna_we_can_now_edit_our_dna_but_let_s_do_it_wisely?utm_source=newsletter_weekly_2015-10-24&utm_campaign=newsletter_weekly&utm_medium=email&utm_content=talk_of_the_week_button#t-337504
– Davidson, R.M.; Lauritzen, A.; Seneff, S. Biological Water Dynamics
and Entropy: A Biophysical Origin of Cancer and Other Diseases.
Entropy 2013, 15, 3822-3876 : uma hipótese para a origem do câncer e
outras doenças: a dinâmica biológica da água e entropia.
http://www.mdpi.com/1099-4300/17/9/6238

– Confederação nacional do ramo químico destaca audiência em Santo
André, SP, sobre a contaminação por agrotóxicos (Audiência pública
inédita apresenta dados alarmantes sobre contaminação por agrotóxicos)
http://cnq.org.br/noticias/audiencia-publica-inedita-apresenta-dados-alarmantes-sobre-contaminacao-por-agro-710b/

– Valor nutricional de los alimentos orgánicos en el marco del Seminario Internacional de Producción Orgánica ?Investigación, Manejo Agroecológico y Valor
Nutricional
http://www.agro.uba.ar/noticias/node/1500

Julho

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/07/1661851-com-novos-habitos-alimento-organico-ignora-crise-e-segue-em-expansao.shtml

– Revista Ambiente e Sociedade vol. 18 no. 3
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=1414-753X20150003&lng=pt&nrm=iso

Agosto

http://www.valor.com.br/agro/4190052/greening-atinge-quase-18-dos-pes-de-laranja-de-sp-e-mg

– Título: GMOs, Herbicides, and Public Health

Autores: Philip Landrigan e Charles Benbrook

Resumo:
– Considerando o marcado aumento do uso de Herbicidas nas lavouras
transgênicas;
– Considerando a classificação do Glifosato como provavelmente
carcinogênico e do 2,4-D como possivelmente carcinogênico pela IARC;
– Considerando as revisões de 2000 e 2004 da Academia Nacional de
Ciências sobre OGMs, que alertaram sobe possíveis aparecimentos não
previstos de alérgenos ou toxinas decorrentes das transformações
genéticas das plantas, recomendando reavaliações periódicas ao longos
dos anos que não foram realizadas;
– Considerando o marcado aumento do uso do Glifosato EUA ( da ordem de
250 vezes) nas últimas 4 décadas e a progressiva resistência das ervas
“daninhas” desencadeada por este uso;
– Considerando a aprovação em 2014 pela EPA do Enlist Duo (Glifosato +
2,4-D) e dos novos grãos GM – resistentes a múltiplos herbicidas e o
consequente aumento do uso esperado do 2,4-D ( da ordem de 3 a 7
vezes)…
– Devido à ausência de evidência científica e avaliação de risco
adequadas para esta decisão;
–  Esta decisão baseou-se em estudos dos anos 80 e 90, financiados
pela indústria, que ignoravam conceitos de efeitos de baixa-dose,
disrupção endócrina, epigenética, e desconsideravam efeitos em
crianças e impacto ecológico;
– Estes estudos foram realizados apenas com o Glifosato puro, sem os
adjuvantes e surfactantes que são mais tóxicos que o próprio produto
puro;
– Consideramos que é tempo de reconsiderar profundamente todos os
aspectos da segurança da biotecnologia vegetal;
– Foi criado um novo comitê da Academia Nacional de Ciências avaliando
efeitos sociais, econômicos, ambientais e na saúde humana dos
transgênicos – porém o relatório é esperado apenas para 2016;
– Enquanto isso, recomendamos à EPA pela suspenção da liberação do Enlist Duo;
– Recomendamos reavaliação toxicológica do Glifosato puro, formulado e
associado a outros herbicidas;
– Recomendamos ao FDA reconsiderar a obridatoriedade da rotulagem dos
transgênicos: Para rastreamento de emergência de alergias alimentares
e efeitos dos herbicidas à saúde; Para respeitar o direito dos
consumidores à informação pelo fato dos transgênicos serem pesadamente
tratados com herbicidas potencialmente tóxicos e cancerígenos.

Janeiro 2015

– Stephanie Seneff; Nancy Swanson; Chen Li (2015).  Aluminum and
Glyphosate Can Synergisti-cally Induce Pineal Gland Pathology:
Con-nection to Gut Dysbiosis and Neurological Disease. Agricultural
Sciences, 6, 42-70.
http://www.scirp.org/journal/as/